Ajude a impedir o apedrejamento de Ashtiani

Em 2006, a iraniana Sakineh Mohammadi Ashtiani foi acusada de adultério. Após ser torturada com chicotadas e forçada a confessar, ela foi condenada a morrer por apedrejamento. Nessa forma de execução, a mulher é enrolada com um pano branco e enterrada de pé, apenas com a cabeça acima do chão. Pedras são então atiradas, sendo que segue-se a regra de que têm que ser grandes para causar sofrimento, mas não podem ser suficientemente fortes a ponto de a morte ser imediata.

Para tentar impedir que essa pena cruel e anacrônica seja cumprida, foi criado o site http://freesakineh.org/, com um abaixo-assinado que já reuniu mais de 70 mil assinaturas, entre elas as Chico Buarque e Yoko Ono.

Nós do Blog da Companhia gostaríamos de pedir sua ajuda para tentar impedir a execução de Ashtiani. Por favor, visite o site http://freesakineh.org/ e assine a petição.

Até agora, pessoas que registraram seu apoio à iraniana incluem:

  • Ayaan Hirsi Ali
  • Ingrid Betancourt
  • Chico Buarque
  • Fernando Henrique Cardoso
  • Philip Gurovitz
  • Kazuo Ishiguro
  • Ian McEwan
  • Samantha Power
  • David Remnick
  • Caetano Veloso

29 Comentários

  1. miguelito disse:

    omens comendo criansas homens com homens nao e peccada repudio esa terra injusta e sega de um olho engergam o pecado cuandoe combeniensia para eles;eso me da hsco;nojo…..a

  2. Antonio Rosa disse:

    Fizemos um vídeo clipe sobre o tema e está postado no site oficial:
    http://stopstonningnow.com/wpress/?p=1857

  3. Luis Henrique disse:

    Há um ditado zen que diz: “antes de tentar mudar o mundo, dê três voltas ao redor de sua casa”.
    Para entender a questão, leia http://pausaprumcafe.blogspot.com/

  4. Luiz Prado disse:

    Já vou mandar fazer bandeiras do Irã para queimar na porta do consulado deles no Rio de Janeiro, e alguns bonecos de pano, também, representando esse ditadorzinho deles que o Lula corteja e, também, os líderes religiosos deles, para serem chicoteados pelos passantes.

  5. Meu nome já está lá. Que seja feita a justiça do criador, jamais a dos homens.

  6. maria lopes disse:

    !º problema condenação à morte no sec.XXI
    2ª problema a irreversabilidade de tal decisão sob risco de inocência
    3º problema o apedrejamento pré-histórico em nome de Deus dito como benevolente e aberto ao perdão em qualquer religião
    4º problema quem não tem pecado atire a primeira pedra
    5º ser mulher dupla subjugaçaõ, duplo castigo
    por sakineh m.a. e todas as outras mulheres e homens declaro-me solidária

  7. Que atire a 1ª Pedra quem nunca PECOU!!!

  8. Kátia disse:

    Realmente isso é uma vergonha nos dias de hoje, sou contra, deixo me protesto.

Deixe seu comentário...





*