Dobradinha da Companhia no Prêmio SP de Literatura

Ontem à noite, no Museu da Língua Portuguesa, foram anunciados os vencedores do Prêmio São Paulo de Literatura. E os dois livros premiados são da Companhia das Letras!

Melhor livro do ano: Passageiro do fim do dia, de Rubens Figueiredo

Melhor livro do ano – Autor estreante: Método prático da guerrilha, de Marcelo Ferroni

211 romances brasileiros concorriam ao prêmio. Os jurados foram Ignácio de Loyola Brandão, Alexandre Martins Fontes, Ruy Altenfelder, Regina Dalcastagnè e Francisco Foot Hardman.

6 Comentários

  1. […] do fim do dia já tinha ganhado o Prêmio São Paulo de Literatura em agosto, e ontem levou também o 1º lugar do Prêmio Portugal […]

  2. […] do fim do dia já tinha ganhado o Prêmio São Paulo de Literatura em agosto, e ontem levou também o 1º lugar do Prêmio Portugal […]

  3. Arthur disse:

    Parabéns! Tava na torcida, ainda que não tivesse lido os livros (sim, eu sou desses: também torço pelo Palmeiras mesmo sem ver os jogos)

  4. Parabéns aos companheiros de letras.
    Saboreei a expressão “Uma viagem pela consciência de um personagem em transformação”
    Um abraço do velho Observador.

  5. Esse Rubens me atiçou a imaginação… afim de ler este livro de aspecto aparentemente tão banal e crônico como a vida ‘cotidiária’ do homem civilizado, mas capaz de encantar qualquer ser ambulante e perdido nesta selva de pedra que é a cidade…

    Abraço! =D

  6. Marco Severo disse:

    Parabéns aos autores premiados. Quero muito ler o livro do Rubens.

Deixe seu comentário...





*