Promoção: Dez Coisas Pelas Quais Vale a Pena Viver

Agosto é o mês de um grande lançamento da Companhia das Letras: A máquina da lama, de Roberto Saviano. O novo livro do autor de Gomorra é baseado no programa de televisão Vieni via con me, que, apresentado em 2010 na Itália pela RAI 3, alcançou a maior audiência da história da emissora, deixando para trás o Grande Fratello (o Big Brother italiano) e um clássico da Liga dos Campeões entre Inter e Barcelona.

Com Vieni via com me, Saviano, que desde o lançamento de Gomorra vive sob escolta policial, mais uma vez irritou o governo, provocou políticos de diferentes partidos e conquistou o público. Diante de um auditório lotado, contou histórias da Itália contemporânea: falou dos negócios da máfia calabresa no Norte do país, do direito à morte digna, do descalabro com o lixo nas ruas de Nápoles, das vítimas de um terremoto que morreram por negligência das autoridades, da compra de votos nas eleições…

Como a música de Paolo Conte, que inspirou o título e tocava na abertura do programa, a mensagem de Saviano é universal. É um protesto contra a indiferença, a omissão e a fuga. E é um convite ao leitor, para que esse o ajude na busca de uma saída.

* * * * *

O autor conclui o seu prefácio — reescrito especialmente para a edição brasileira — com uma lista pessoal das dez coisas pelas quais vale a pena viver. Para comemorar o lançamento de A máquina da lama, convidamos você a nos enviar a sua própria lista das Dez Coisas Pelas Quais Vale a Pena Viver.

Deixe um comentário neste post com a sua lista. Sortearemos entre os leitores que participarem cinco exemplares do livro. O resultado será divulgado no dia 16 de agosto, neste mesmo post.

[Atualizado dia 16 de agosto, 16h30]
Resultado da promoção: foram sorteados pelo random.org os números 19, 12, 54, 39 e 32, logo os vencedores são:

19) Roberta Resende
12) Patrícia Salomão
54) valter ferraz
39) Marcia Caetano
32) Odilia Pizzo

Parabéns, entraremos em contato por email!

Abaixo, trecho exclusivo do prefácio, com a lista de Saviano.

* * * * *

A Itália das listas

(Trecho do prefácio de Roberto Saviano. Tradução de Joana Angélica d’Avila Melo)

O desafio inicial era narrar esta Itália diferente através de listas que seriam o arcabouço e a gramática da transmissão. Uma ideia simples, porque as listas podem conter qualquer coisa, qualquer experiência, qualquer história. Também por isso a participação do público foi superlativa: todos pensaram em uma lista própria e, através do Facebook e do site, chegaram milhares delas ao programa. Belas, divertidas, dramáticas. Lembrei-me da cena do filme Manhattan na qual Woody Allen, deitado no sofá, imagina “uma narrativa sobre pessoas doentes, que continuamente criam para si mesmas problemas inúteis e neuróticos porque isso as impede de se ocupar dos mais insolúveis e aterrorizantes problemas universais”. Como antídoto, Allen pensa em algo otimista: uma lista das coisas pelas quais vale a pena viver. É claro que isso é um expediente, o doente crônico é ele e a lista otimista serve — a ele e só a ele — para subtraí-lo dos problemas inúteis e neuróticos aos quais está aprisionado. Woody Allen cita Groucho Marx, Joe Di Maggio, o segundo movimento da sinfonia Júpiter de Mozart, Louis Armstrong, A educação sentimental de Flaubert, os filmes suecos, Marlon Brando, Frank Sinatra, aquelas incríveis maçãs e peras pintadas por Cézanne, os caranguejos do restaurante Sam Wo e o rostinho de Tracy. Uma lista leve, que vale mais do que um guia moral para os perplexos.

Sempre fui atraído por listas. Um dia, gostaria de escrever livros de listas. E tenho certeza de que a lista das coisas pelas quais vale a pena viver é um exercício fundamental para lembrarmos aquilo de que somos feitos. Uma Constituição de nós mesmos. Eu gostaria de passar o tempo escutando o que as pessoas escrevem, as dez coisas que dão sentido à vida delas. Gostaria de poder lê-las no programa. Mas sempre convém saber poupar as palavras. Aqui, porém, tenho o papel à minha frente, e ele nunca nega fogo. Infelizmente e por sorte. Eis minha lista. Eis as dez coisas pelas quais, para mim, vale a pena viver:

1) A mozarela de búfala de Aversa;
2) Bill Evans tocando “Love theme from Spartacus”;
3) Ir com a pessoa que você mais ama ao túmulo de Rafael Sanzio e ler para ela a inscrição latina que muitos ignoram;
4) O gol de Maradona no 2 x 0 contra a Inglaterra na Copa do México em 1986;
5) A Ilíada;
6) Passear de fones de ouvido por aí, escutando Bob Marley cantar “Redemption song”;
7) Mergulhar, mas bem no fundo, onde o mar é mar;
8) Sonhar com a volta para casa depois de ter sido obrigado a ficar longe por muito, muito tempo;
9) Fazer amor em uma tarde de verão. No Sul;
10) Depois de um dia em que criaram um abaixo-assinado contra você, ligar o computador e encontrar um e-mail do seu irmão dizendo: “Estou orgulhoso de você”.

89 Comentários

  1. Diana (admin) disse:

    Marcia, reenviei o email agora, veja se recebeu.

  2. Olá, acabei de verificar que fui uma das sorteadas, mas por alguma razão, não recebi ainda o e-mail de contato. Vocês querem que eu envie meu endereço ou outro e-mail? Segue aí: marcia.caetano@rotativa.com.br.

    Obrigada!

    Marcia.

  3. Lucas Rafael disse:

    1- Ver o Pacaembú lotado e pintado de preto e branco nos dias de jogos do Corinthians
    2- Realizar sonhos
    3- Ver os sonhos de pessoa que você ama serem realizados
    4- Amar
    5- Viajar e viver culturas diferentes
    6- Estar entre amigos, famílias e o amor da sua vida
    7- O sorriso de uma criança
    8- Ler e conhecer mundos e pensamentos diferentes sem sair do lugar
    9- Ouvir os hinos do Oasis
    10- Comer, comer e comer

  4. Cris disse:

    Minha lista:

    1)Pessoas amadas
    2)Ser esmagada pela beleza da natureza
    3)Mar
    4)As palavras e sua literatura
    5)Viajar por paisagens instigantes
    6)Sabores da infância
    7)Inteligência
    8)Aprendizado
    9)Céu azul
    10)Humanos humanizados

  5. Luiza Setsue Kawaguti disse:

    1 – Terminar de ler um livro e pensar: Não estou sozinha. Tem mais alguém que pensa como eu;
    2 – Caminhar nos parques;
    3 – Fotografar tudo que meus olhos acham bonito;
    4 – Curtir eventos que têm a ver comigo;
    5 – Poder comer o que tem vontade;
    6 – Passar o dia num lugar zen, lendo, meditando, fotografando e respirando a natureza;
    7 – Ouvir músicas;
    8 – Cuidar de plantas;
    9 – Colorido das flores, borboletas, pássaros e peixes;
    10 – Amor é eterno.

  6. Marília disse:

    1. Jesus Cristo
    2. Família;
    3. Olhar o mar depois de uma ano vivendo na multidão de cimento;
    4. Viajar para um lugar que ninguém que você conhece, conhece;
    5. Dar risadas com os amigos até doer a barriga;
    6. Terminar de ler aquele livro que você tanto esperou pelo lançamento;
    7. Receber uma ligação na sexta feira, a 00h, de tua amiga convidando para tomar aquele chopp gelado para comemorar o fim de semana;
    8. Dar aquele presente para tua sobrinha, que ela tanto sonhava;
    9. Voltar para casa depois de muitos dias viajando;
    10. Ouvir, por horas, as explicações mais ‘estapafúrdias’ sobre como funciona um microondas ou como a árvore cresce, e não entender nada, só para ficar perto de quem você gosta.

  7. Maíra Silva disse:

    1) desenvolver, por anos a fio, argumentos sólidos para assuntos inúteis e aprimorar pacientemente a arte em mesas de bar;
    2) ser nocauteado por revelações transformadoras, como a de que Moby, o músico, escolheu o nome em homenagem ao parente ilustre, Herman Melville;
    3) acordar em um dia chuvoso e passá-lo inteiro debaixo das cobertas, lendo;
    4) ter amigos com quem você ri, chora, briga e descobre o mundo;
    5) comer camarão com limão acompanhado por cerveja gelada (ou pasta e vinho ou nachos e michelada. um hail às combinações inevitáveis);
    6) ouvir a discografia do depeche mode na ordem (também serve radiohead);
    7) colocar os pés sujos de areia na água do mar em um dia de verão carioca;
    8) sentir o cheiro de quem você ama bem de perto (r.f. cangote);
    9) organizar: livros nas estantes, roupas no armário, papéis no escritório, arquivos no computador, ideias na cabeça;
    10) pensar em vários grupos de dez motivos pelos quais vale a pena viver.

  8. 01 – O silencio trazido pelo canto dos sabiás
    02 – O olhar indiferente das galinhas
    03 – O riso amável da estupidez
    04 – A leitura de ideias “suas” em livros alheios
    05 – A lua ao meio dia
    06 – O cobertor em dia de inverno
    07 – O café ruim recuperado pela adição de leite
    08 – O erro do galo que canta à noite
    09 – A marcha turca das saúvas
    10 – O vento fingindo de fantasma

  9. 1. Meus livros
    2. Expectativa dos futuros livros, Cd’s e DVd’s
    3. Minha faculdade onde me desenvolvo
    4. Meu trabalho onde me sinto útil
    5. Meus grande poucos amigos
    6. Familia
    7. Sentar na praia e a vida
    8. Promoçoes
    9. Comprar coisas
    10. Agradecer por conseguir cumprir todos os dias os 9 itens acima

Deixe seu comentário...





*