Resultado do concurso de haikais

Obrigada a todos que participaram do concurso de haikais, recebemos mais de mil poemas!

Nunca tivemos um concurso tão concorrido aqui no blog. Chamaram nossa atenção as homenagens a Leminski, os trocadilhos com bashô (“Bashô Leminski/ Mas meu haicai/ Não sai”) e os que mostravam o desejo de ganhar o livro (“Não sei escrever/ Mas o livro eu quero/ To sendo sincero”).

Alice Ruiz, Sofia Mariutti e Leandro Sarmatz avaliaram todos os haikais, e os 5 vencedores são:

Dois cães na rua
O solto faz festa
O preso protesta
— Luiz Andrioli

Flor de maio
presa ao vestido
trancado no armário
— Ana Clara Noronha

a pipa
se alinha
ao voo da andorinha
— Amyr

à meia-luz
água apitando no bule
gaita de blues
— Lucas Puntel Carrasco

Faro de breu
Farol do vaga-lume
Acendeu
— Márcio Januário Pereira

Parabéns a todos, entraremos em contato por email!

25 Comentários

  1. Lucas Paolo disse:

    Gostaria de manifestar minha insatisfação. Desde que o haikai foi ganhando força no Brasil, parece-me que sempre os poetas o tem confundido com um poemeto de três versos. Para além da dificuldade – e da respectiva indulgência – em se compor na métrica 5,7,5 sílabas poéticas; haveria que se atentar para o KIGO – elemento central no haikai. Acho ótimo que tenham se inscrito mais de 1000 poemas, entranto, uma breve passada por eles, mostra que a imensa maioria não saiba o que é um haikai e mesmo assim tenta fazer passar um poemeto de três versos por um haikai.

    Que vocês tenham seguido o modelo do Leminski, eu não vejo problemas, mas não chamem o concurso de um concurso de haikais. Seria como um concurso de sonetos, no qual vencessem poemas de 5 estrofes, ou de uma estrofe.

    Para a leitora que pediu indicações, sugiro o ótimo livro do Paulo Franchetti e o ensaio do Octavio Paz sobre haikai. Nesses dois textos, a centralidade do KIGO para a composição do haikai é bem abordada. No mais, pode-se visitar o site Kakinet – de um grupo sério de haikais de São Paulo – do bairro Liberdade.

    Por fim, gostaria de parabenizar a Ana Clara que apesar dos problemas da métrica, escreveu o que me parece um haikai. Gostei bastante de seu haikai Ana. Apenas faço uma sugestão de troca da palavra “trancando” por “dentro”, assim o útlimo verso respeitaria a métrica e acredito que a sugestão já está dada uma vez pela palavra “presa”. O haikai se torna mais descritivo e menos avaliativo com a palavra “dentro”. Mesmo que se quisesse passar uma certa psicologia, ou insinuar certo ato da dona do vestido, creio que isso não seria necessária para o seu ótimo haikai.

    No mais, parabéns a todos e sugiro que aqueles que puderem leiam os poemetos do Leminski, mas também investiguem mais o que vem a ser um haikai e as possibilidades outras abertas pela busca do trabalho com o KIGO.

  2. Daniel Abreu disse:

    Todos excelentes. Mas o “Flor de maio”… Essa moça é uma poetisa de mão cheia.

  3. Milena Serra disse:

    acho que vale mais a sensibilidade do que ficar contando sílabas…

  4. M.R. Lemos disse:

    Parabéns aos vencedores, mas é de fato uma pena que nenhum deles tenha de fato escrito um haikai.

  5. Ficamos felizes pelos vencedores. Parabéns!

    Para quem gosta de literatura, visite o nosso blog também:
    http://www.agripavasconcelos.blospot.com

    Agripa é autor de romances históricos que deram origem a novelas de sucesso, como D. BEIJA e XICA DA SILVA.

    Grande abraço,

    Equipe do blog Agripa Vasconcelos

  6. Maria dos Anjos disse:

    Concordo com os amigos que comentaram que os vencedores não são haicais. São versos lindos, mas não são haicais. Pode-se burlar as regras dos haicais, mas não a este ponto. Em todo caso, parabéns aos vencedores.

  7. Cristina Ancona Lopez disse:

    Parabéns aos vencedores. Muito bonitos os versos. Vejo que foram priorizados os que possuem rimas. Gostei bastante.
    No meu estudo de Haikais, aprendi que há uma exigência de 5 silabas no primeiro verso, 7 sílabas no segundo verso e 5 sílabas no terceiro. Aqui vejo que na verdade não é uma regra rígida. Aonde posso aprender mais? Vocês tem alguma literatura para indicar?
    Obrigada,
    Cristina

  8. Dominique George disse:

    Põ, mas vocês não sabem mesmo o que é um haikai…

    Pelo que sei, é formado de três versos, sendo que o primeiro deve conter CINCO silabas poéticas, o segundo deve conter SETE silabas poéticas e o terceiro deve conter CINCO, assim como o primeiro. A ideia deve ser desenvolvida nos dois primeiros versos, e contradita no último. Nisso, juntam-se a técnica com a ideia… Parabéns pelas escolhas dos mais “bonitinhos” Abraço!

  9. amyr borhot hamud disse:

    aah! que alegria!

  10. CARMEN LUCIA DITZEL disse:

    Parabéns aos vencedores!

Deixe seu comentário...





*