Quem é quem na Companhia das Letras

Nome: Andre Freire

Há quanto tempo trabalha na editora? Quase 2 anos.

Função: Sou auxiliar de vendas. Faço o atendimento a clientes e dou suporte aos vendedores em pedidos e em outras tarefas burocráticas que envolvem o processo de vendas. Também ajudo a Cintia Oliveira com as programações de reimpressões e controlo o faturamento dos e-books, junto com a Suzana Obara, além do acompanhamento de vendas de lançamentos, entre outras tarefas.

Um livro: Diário da queda, de Michel Laub: três relatos entrelaçados sobre a construção da identidade do ser humano, em uma narrativa reflexiva e fragmentada, mas coesa. Ao mesmo tempo sutil e complexo, descreve com perfeição o impacto que algumas pessoas exercem sobre as nossas vidas.

Uma citação ou passagem de livro: “Dos diversos instrumentos do homem, o mais assombroso, sem dúvida, é o livro. Os demais são extensões de seu corpo. O microscópio, o telescópio são extensões da vista; o telefone é a extensão da voz; depois temos o arado e a espada, extensões de seu braço. Mas o livro é outra coisa: o livro é uma extensão da memória e da imaginação”. (“O livro”, em Borges Oral & Sete Noites, de Jorge Luis Borges)

Sua parte favorita do trabalho: A chegada dos livros das gráficas e também as rotinas de reimpressões dos livros.

Por que você decidiu seguir essa carreira? Não foi uma decisão consciente. Eu comecei a trabalhar em livraria por acidente, aprendi a lidar com clientes e passei a gostar também dos processos administrativos de vendas em si… e cá estou!

12 Comentários

  1. Andressa Bezerra disse:

    O André é gente finíssima! ;)

  2. Fernando Garcia disse:

    Oh André. Grande pessoa. Já “chegou chegando” na editora e com muito mérito. Extremamente competente e ótimo caráter também. Muito bom ter você em vendas. Ab.

Deixe seu comentário...





*