Concorra a 5 exemplares de “Doze anos de escravidão”

Na próxima semana a Penguin-Companhia lançará Doze anos de escravidão, de Solomon Northup. Considerado a melhor narrativa já escrita sobre um dos períodos mais nebulosos da história americana, o clássico narra a história real de Solomon, um negro livre que, atraído por uma proposta de emprego, abandona a segurança do Norte e acaba sendo sequestrado e vendido como escravo.

Depois de liberto, Northup publicou o relato contundente de sua história, que se tornou um best-seller imediato. Hoje, 160 anos após a primeira edição, Doze anos de escravidão é reconhecido como uma narrativa de qualidades excepcionais. Para a crítica, o caráter especial do livro deve-se ao fato de o autor ter sido um homem culto que viveu duas vidas opostas, primeiro como cidadão livre e depois como escravo.

No dia 21 de fevereiro chega aos cinemas brasileiros a adaptação do livro, com Chiwetel Ejiofor e Michael Fassbender no elenco, e direção de Steve McQueen. O filme ganhou o Globo de Ouro de Melhor Filme, e agora concorre a nove Oscar.

Para acompanhar a torcida pelos prêmios, vamos sortear 5 exemplares de Doze anos de escravidão. Para participar, é só responder nos comentários deste post: dentre todos os livros que já viraram filme, qual é sua adaptação favorita?

Aceitaremos apenas uma resposta por pessoa, até a meia-noite do dia 17 de fevereiro. Sortearemos 5 comentários, e seus autores receberão o livro pelo correio. O resultado será divulgado neste mesmo post, no dia 18 de fevereiro.

Doze de anos de escravidão chega nas livrarias dia 17 de fevereiro, e já está em pré-venda: [Saraiva] [Cultura] [Travessa] [Submarino]

[Atualizado dia 18 de fevereiro, às 15h30:]

Sorteamos os 5 ganhadores! Parabéns, entraremos em contato por e-mail.

547 Comentários

  1. Sergio disse:

    A hora da estrela, livro da Clarice Lispector que virou filme nas mãos da Suzana Amaral. Esse filme me emociona muitíssimo. Até hoje só consigo pensar na Macabéa sendo a Marselha Cartaxo, grande atriz.

  2. Fábio Costa disse:

    GENTE COMO A GENTE – Judith Guest e, claro, O CHEFÃO – Mario Puzo.

  3. Rosamaria Fragoso disse:

    “E o vento levou…”

  4. maria da conceição lima alves disse:

    Orlando, de Virginia Woolf, dirigido por Sally Potter, com a impressionante Tilda Swinton no papel principal. Ela nem precisou de maquiagem para desempenhar o papel de Orlando quando homem e quando mulher. Sem dúvida, a melhor adaptação que já vi.

  5. Marcelo disse:

    MORTE EM VENEZA foi o primeiro que me veio à mente.

  6. Marcelo disse:

    Gosto muito de LAVOURA ARCAICA. O livro e o filme são duas obras-primas.

  7. Denise Storel Ranuci disse:

    Harry Potter e a Câmara Secreta.

Deixe seu comentário...





*