★✝

Por Érico Assis 

5521550868_1186f85922

Frank Miller não anda muito bem. Fotos do ano passado mostram um homem emaciado, esquelético, sem cabelo, barba nem sobrancelhas, o pescoço caído e o ombro direito sempre mais baixo que o esquerdo. Miller tem só 58 anos. Estava entre os 22 e os 24 quando se projetou no Demolidor, 28 quando se consagrou em Cavaleiro das Trevas, 34 quando inventou Sin City.

Angeli também tem 58 anos e está muito bem. John Romita Jr., Gilbert Hernandez e Dave Sim têm 58. Héctor Germán Oesterheld foi desaparecido pela junta militar argentina aos 58. Peter Bagge tem 57. François Schuiten, Geof Darrow e Suehiro Maruo têm 59. Osamu Tezuka morreu aos 60, de câncer no estômago.

Tezuka publicou seu primeiro mangá aos 17. Harvey Kurtzman entrou no mercado aos 17, Adrian Tomine autopublicou sua primeira Optic Nerve aos 17. Hugo Pratt e Moebius começaram aos 18. Jules Feiffer foi contratado como assistente de Eisner aos 16 (está com 86). Joe Kubert publicou aos 15 (faleceu aos 85). Pedro Cobiaco e João Montanaro começaram aos 14. Katsuhiro Otomo, Jack Kirby, Laerte, Robert Crumb, Barry Windsor-Smith, Hergé e Will Eisner começaram aos 19. Rob Liefeld e Garth Ennis também.

Dave Sim tinha 23 anos quando disse que ia publicar 300 edições de Cerebus, que começou aos 21 (e publicou mesmo, até os 48). Gilbert e Jaime Hernandez tinham 25 e 23 quando lançaram Love & Rockets. Morris criou Lucky Luke aos 23. Zep criou Titeuf aos 25. Neil Gaiman tinha 27 anos quando concebeu Sandman, mesma idade de Bill Watterson ao criar Calvin & Hobbes. Dan Clowes tinha 28 quando lançou a Eightball, Kurtzman tinha 28 quando lançou a Mad, Charles Schulz tinha 28 quando lançou Peanuts. Pat Mills e John Wagner criaram o Juiz Dredd com 28, Katsuhiro Otomo tinha 28 quando começou Akira. Hugo Pratt estreou Corto Maltese aos 30.

Joann Sfar publicou O Gato do Rabino aos 30 e no ano seguinte ganhou uma honraria do Festival d’Angoulême normalmente reservada a quem tem mais de 50. Para ser mais preciso, a média de idade de quem ganha o Grand Prix de la ville d’Angoulême é 52 anos. É um reconhecimento pela carreira. No Hall of Fame do Prêmio Eisner, equivalente dos EUA, a maioria dos premiados já é falecida.

Michael DeForge tem 28 anos. Bastien Vivès tem 31. DW tem 33. Caeto, Rafael Sica e Bryan Lee O’Malley têm 36. Fábio Moon e Gabriel Bá e Scott Snyder e Matt Fraction e Brian K. Vaughan e Tom Gauld e André Diniz e Shiko têm 39. Frederik Peeters, Manuele Fior e Jeffrey Brown têm 40. Liniers e Junko Mizuno têm 42. Paul Pope, Ludovic Debeurme e Marcello Quintanilha têm 44. Mark Millar e Rafael Campos Rocha têm 45, que Christophe Blain completa daqui a alguns dias. Chris Ware, Blutch, Warren Ellis, Frank Quitely, Jamie Hewlett e Brian Bendis têm 47. Odyr e James Kochalka têm 48. Lelis faz 48 esta semana. Julie Doucet, Killoffer e Guy Delisle têm 49. Lewis Trondheim, Jean-Christophe Menu e Jason têm 50. Spacca, Lourenço Mutarelli, Junji Ito, Emmanuel Guibert, Dave McKean e Jim Lee têm 51. David Mazzucchelli, Joe Sacco e Mike Mignola têm 54. Grant Morrison, Jeff Smith, Chester Brown e Scott McCloud e Eduardo Risso têm 55. Igort, Peter Kuper, Calpurnio, Marc-Antoine Mathieu e David B. têm 56.

David B. tinha 37 anos quando começou a publicar Epilético, sua autobiografia, mesma idade em que Harvey Pekar começou a contar sua vida na American Splendor. Alison Bechdel tinha 36 anos quando lançou Fun Home. Justin Green inaugurou a autobiografia no quadrinho underground aos 27, Marzena Sowa começou Marzi com 26, Craig Thompson começou Retalhos aos 24. Miriam Katin só publicou a história de sua família aos 63; Joyce Farmer, só aos 72. Marjane Satrapi e Art Spiegelman começaram Persépolis e Maus, respectivamente, aos 32.

Quino criou Mafalda aos 32. Gian Luigi Bonelli criou Tex aos 40. Uderzo tinha 33 e Goscinny tinha 34 quando criaram Asterix.

Goscinny morreu fazendo um teste ergométrico aos 51. Yves Chaland e Alex Raymond morreram em acidentes de carro, respectivamente aos 33 e aos 46. E.C. Segar morreu de leucemia aos 43, Henfil morreu de AIDS aos 43. Glauco foi morto aos 53, Wolinski foi morto aos 80. George Herriman morreu aos 63. Winsor McCay se foi aos 63 ou 67, pois não se sabe direito quando ele nasceu. Jijé, Martin Vaughn-James e Angelo Agostini morreram aos 66. Kurtzman, Pratt, Don Martin e Jean-Claude Forest, aos 68. Moebius, Gil Kane, André Franquin e Keiji Nakazawa morreram com 71. Hal Foster e Jerry Robinson morreram com 89. Rudolph Dirks, aos 91. G.L. Bonelli, aos 92. Carl Barks, aos 99.

Al Jaffee está com 94. Shigeru Mizuki, com 93. Mort Walker, com 91. John Romita Sr. tem 85 anos, Ziraldo tem 82, Kazuo Koike e Mauricio de Sousa têm 79. Jean-Claude Mézières, Jean Van Hamme e Jim Steranko têm 76. Joost Swarte, André Juillard e Jiro Taniguchi têm 67. Milo Manara está com (heh) 69.

Stan Lee está com 92 anos. Entrou de office boy numa editora de quadrinhos aos 17, publicou seu primeiro texto em gibi aos 18, criou (com colegas) o Universo Marvel contemporâneo aos 40. Continua trabalhando. Dizem que sua longevidade se justifica porque ele sempre escreveu de pé. Está com aparência melhor que a de Frank Miller.

* * * * *

Érico Assis é jornalista, professor universitário e tradutor. Do selo Quadrinhos na Cia., ele já traduziu RetalhosHabibi, de Craig Thompson, Umbigo sem fundo, de Dash Shaw, e os três volumes de Scott Pilgrim contra o mundo, de Bryan Lee O’Malley, entre outros. Ele contribui quinzenalmente para o blog com textos sobre histórias em quadrinhos.
Site — Twitter — A Pilha

5 Comentários

  1. Tudo isso pra dizer que o Frank Miller está um bagaço?

  2. Erico Assis disse:

    Rodolfo: mórbido, você.

    W.W.: Moore tem 61, mas cara de mais. E falta muuuuiiita gente nessa lista.

    Marcello: verdade, Solano FALECEU com 82. Vou pedir a correção. Obrigado! (Inevitavelmente tem mais erros, espero que poucos…)

  3. Marcello Fontana disse:

    Solano Lopez já faleceu também.

  4. W.W. Barros disse:

    Faltou o Mago Moore. Acredito que ele nasceu há 10.000 anos

  5. Vou organizar os dados em uma tabela. Para decidir se eu leio ou não tudo do autor – porque deve ter mais – ou se guardo algum livro para depois, se me der vontade de ler um “novo”, em caso de falecimento. Sempre tenho um de Umberto Eco, 83 anos, na reserva.

Deixe seu comentário...





*