Concurso: Um soneto para Vinicius de Moraes

vinicius-moraes-1973

Vinicius de Moraes nasceu em 19 de outubro de 1913 no Rio de Janeiro, e é um de nossos maiores poetas. Além de cronista e também dramaturgo, foi um dos grandes letristas da música brasileira: fez parcerias com Tom Jobim, Baden Powell, Chico Buarque, Carlos Lyra, Edu Lobo e Toquinho, entre outros. É um clássico das letras brasileiras.

A violência, a guerra, a pobreza, o amor, a traição, a morte, a natureza, a solidão, as amizades, o Rio de Janeiro, o cinema, as artes e a própria poesia são temas que Vinicius trabalhou em seus poemas. Para homenageá-lo, a Companhia das Letras promove um concurso cultural que dá destaque a uma das formas mais populares da poesia: o soneto. Um soneto é um poema com 14 versos divididos em quatro estrofes — as duas primeiras com quatro versos e as duas últimas com apenas três. São de Vinicius de Moraes os sonetos mais populares da nossa poesia, como “Soneto de Fidelidade”, “Soneto do Amor” e “Soneto da espera”.

Para participar do concurso “Um soneto para Vinicius de Moraes”, você deve escrever um soneto utilizando um dos temas de Vinicius e publicá-lo aqui nos comentários. Os cinco melhores sonetos serão selecionados e publicados no blog da Companhia das Letras, e seus autores ganharão um kit com os livros de Vinicius de Moraes. Os comentários devem ser enviados até o dia 10 de outubro, e os participantes podem publicar mais de um soneto (se o soneto for repetido, ele será excluído).

O kit de Vinicius de Moraes contém as obras:

O cinema de meus olhos (2015), Livro de letras (2015), Uma mulher chamada guitarra (2013), Pois sou um bom cozinheiro (2013), Jazz & Co. (2013), Orfeu da Conceição (2013), Novos poemas II (2012), Novos poemas e cinco elegias (2012), Forma e exegese e Ariana, a mulher (2011), Vinicius menino (2009), Poemas esparsos (2008), O caminho para a distância (2008), Poemas, sonetos e baladas e Pátria minha (2008), A arca de Noé (2004), O poeta aprendiz (2003), Nova antologia poética (2003), Teatro em versos (1995), Para uma menina com uma flor (1992), Livro de sonetos (1991) e Para viver um grande amor (1991).

Boa sorte e espalhe poesia!