Letras de Dylan, prêmio Nobel, sairão pela Companhia das Letras

getresource

A Companhia das Letras anuncia que adquiriu os direitos do livro de letras de Bob Dylan, ganhador do Nobel de Literatura de 2016. Dylan foi escolhido pela Academia Sueca “por criar novas expressões poéticas dentro da grande tradição da música americana”.

O livro The Lyrics 1961-2012, publicado pela Simon & Schuster em 2012 e revisto em 2014, reúne todas as letras do músico americano compostas para seus trinta e três álbuns, apresentando também algumas variações que as letras tiveram em diferentes versões. A edição e a introdução foram feitas por Christopher Ricks, que editou livros de T.S. Eliot, Samuel Beckett e The Oxford Book of English Verse. No Brasil, The Lyrics ganhará uma edição bilíngue e será dividido em dois volumes. O primeiro sai em 2017.

Segundo Luiz Schwarcz, fundador e CEO da Companhia das Letras, publicar o livro de letras de Dylan sempre foi um sonho da editora​: “A​s negociações para a compra dos direitos da obra​ começaram há dois anos, quando nem se imaginava que Bob Dylan poderia​ ser agraciado pelo prêmio Nobel​”, declarou da Feira do Livro de Frankfurt, onde a negociação foi concluída com a The Wylie Agency.

André Conti, que editou Like a rolling stone, de Greil Marcus, uma biografia da canção que originou o título do livro, lançada pela Companhia das Letras em 2010, e que editará o livro de letras, ​comenta a escolha de Bob Dylan pela Academia Sueca: “Em dezenas de discos e centenas de canções, Bob Dylan foi a voz anasalada e maravilhosa de um sem número de gerações. Mesmo assim, foi fiel somente a si: quando virou ídolo folk, passou a usar guitarra elétrica e acabou chamado de traidor. Quando era um dos grandes representantes da contracultura e do movimento pelas liberdades civis, lançou um disco cheio de covers de grandes sucessos do pop e foi destruído pela crítica. Virou cristão renascido e gravou discos de música gospel. Recentemente, lançou um disco de canções natalinas. E assim será, sempre. O Nobel, portanto, é mais que um reconhecimento da canção como forma de arte, um sinal de que o prêmio ficou pop ou outras teorias. É o mínimo que ele merece.”

4 Comentários

  1. A academia classificou Dylan de “arrogante”. Ficou chato pra ele.

  2. […] Companhia das Letras lançará The Lyrics 1961-2012, publicação que reúne letras de 33 álbuns do músico, originalmente editada pela Simon & […]

  3. […] Saiba mais: Bob Dylan – Companhia das Letras […]

  4. Ramon Assis disse:

    Interessante. Aguardarei o lançamento.

    Que Dylan tenha merecido, porém, adoraria que Thomas Pynchon tivesse sido laureado só para que finalmente eu pudesse ler Arco-íris da Gravidade, Vineland, O Leilão… todo o resto que a Companhia lançou eu já tenho.

Deixe seu comentário...





*