DW Ribatski

A mulher do próximo

Por DW Ribatski

“Nesta que é uma das peças mais desconcertantes do chamado “novo jornalismo”, Gay Talese mergulha fundo na intimidade de seus contemporâneos e traça um amplo e fascinante painel da mudança de costumes sexuais que varreu os Estados Unidos nas décadas de 1960 e 70. Conhecido por ir atrás de matérias “impossíveis” e temas “proibidos”, por suas pesquisas exaustivas, pelo estilo elegante e pelo apurado senso histórico, Talese recompõe a trama cerrada das relações entre sexo, pornografia, religião e censura nesse país fundado por puritanos, mas onde sempre floresceram seitas de amor livre e nudismo. Chocante ao ser lançado em 1980, A mulher do próximo é hoje um clássico da história da sexualidade.”

amulherdoproximo_baixa_dwribatski

* * * * *

DW Ribatski nasceu em Curitiba em 1982. É artista plástico, ilustrador e quadrinista. Já colaborou com diversas publicações, como o caderno Ilustríssima da Folha de S.Paulo e a revista Superinteressante, entre outras. Nas HQs, publicou Campo em branco (Quadrinhos na Cia., 2013), Como na quinta série (Balão Editorial, 2012), La naturalesa (coleção MIL, Cachalote/Barba Negra, 2011), Vigor Mortis (Quadrinhofilia/Zarabatana Books, 2011, com José Aguiar e Paulo Biscaia) e Dois (Roax Press, 2013). Contribui para o blog com uma coluna mensal de quadrinhos.
Site – Facebook – Twitter

Jerusalém

Por DW Ribatski

Olá, hoje começo uma nova proposta aqui na minha coluna mensal. A ideia agora é quadrinizar trechos de livros da Companhia das Letras que eu li ou comecei a ler nos últimos anos (não por acaso, vou desenhar quase sempre um trecho do começo dos livros, rs). Estas adaptações acontecerão de formas diferentes, mais ou menos literais em relação ao texto original.

Este, que inaugura essa nova fase, é um trecho do livro Jerusalém — a biografia, de Simon Sebag Montefiore. Trata-se do trecho inicial do prólogo.

O que me interessa neste trecho é que o livro abre com essa visão de barbárie surreal, no século 70 d.C., e assusta ver o que o desespero e a guerra levam os homens a se tornarem. Me remeteu aos últimos tempos sombrios que vivemos. Os últimos eventos políticos andaram e andam revelando diversos tipos assustadores, que convivem entre nós e que aparentemente sentem que passaram muito tempo contendo a sua fome.

Bon appétit.

jerusalem_72dpi_dwribatski

* * * * *

DW Ribatski nasceu em Curitiba em 1982. É artista plástico, ilustrador e quadrinista. Já colaborou com diversas publicações, como o caderno Ilustríssima da Folha de S.Paulo e a revista Superinteressante, entre outras. Nas HQs, publicou Campo em branco (Quadrinhos na Cia., 2013), Como na quinta série (Balão Editorial, 2012), La naturalesa (coleção MIL, Cachalote/Barba Negra, 2011), Vigor Mortis (Quadrinhofilia/Zarabatana Books, 2011, com José Aguiar e Paulo Biscaia) e Dois (Roax Press, 2013). Contribui para o blog com uma coluna mensal de quadrinhos.
Site – Facebook – Twitter

Usura

Por DW Ribatski

usura_dwribatski_72dpi.

* * * * *

DW Ribatski nasceu em Curitiba em 1982. É artista plástico, ilustrador e quadrinista. Já colaborou com diversas publicações, como o caderno Ilustríssima da Folha de S.Paulo e a revista Superinteressante, entre outras. Nas HQs, publicou Campo em branco (Quadrinhos na Cia., 2013), Como na quinta série (Balão Editorial, 2012), La naturalesa (coleção MIL, Cachalote/Barba Negra, 2011), Vigor Mortis (Quadrinhofilia/Zarabatana Books, 2011, com José Aguiar e Paulo Biscaia) e Dois (Roax Press, 2013). Contribui para o blog com uma coluna mensal de quadrinhos.
Site – Facebook – Twitter

Um monstro

Por DW Ribatski

To catch a monster
we make a movie.

ummonstro_dwribatski_baixa

* * * * *

DW Ribatski nasceu em Curitiba em 1982. É artista plástico, ilustrador e quadrinista. Já colaborou com diversas publicações, como o caderno Ilustríssima da Folha de S.Paulo e a revista Superinteressante, entre outras. Nas HQs, publicou Campo em branco (Quadrinhos na Cia., 2013), Como na quinta série (Balão Editorial, 2012), La naturalesa (coleção MIL, Cachalote/Barba Negra, 2011), Vigor Mortis (Quadrinhofilia/Zarabatana Books, 2011, com José Aguiar e Paulo Biscaia) e Dois (Roax Press, 2013). Contribui para o blog com uma coluna mensal de quadrinhos.
Site – Facebook – Twitter

O lobo

Por DW Ribatski

olobo_dwribatski_baixa

* * * * *

DW Ribatski nasceu em Curitiba em 1982. É artista plástico, ilustrador e quadrinista. Já colaborou com diversas publicações, como o caderno Ilustríssima da Folha de S.Paulo e a revista Superinteressante, entre outras. Nas HQs, publicou Campo em branco (Quadrinhos na Cia., 2013), Como na quinta série (Balão Editorial, 2012), La naturalesa (coleção MIL, Cachalote/Barba Negra, 2011), Vigor Mortis (Quadrinhofilia/Zarabatana Books, 2011, com José Aguiar e Paulo Biscaia) e Dois (Roax Press, 2013). Contribui para o blog com uma coluna mensal de quadrinhos.
Site – Facebook – Twitter