jennifer nielsen

Semana duzentos e trinta e cinco

blog

 

Os judeus e as palavras, de Amós Oz e Fania Oz-Salzberger (Tradução de George Schlesinger)
Nesse livro que mistura narrativa e erudição, conversa e argumento, o romancista Amós Oz e sua filha, a historiadora Fania Oz-Salzberger, contam as histórias por trás dos nomes, dos textos, das disputas e dos adágios mais duradouros do judaísmo. As palavras, eles argumentam, compõem o elo entre Abraão e os judeus de todas as gerações subsequentes. Continuidade, mulheres, atemporalidade, individualismo — o rol de temas abordados é vasto. Oz e Oz-Salzberger revisitam personalidades judaicas através das eras, da suposta autora do Cântico dos Cânticos aos obscuros Talmudistas e autores contemporâneos.

O quarto azul, de Georges Simenon (Tradução de André Telles)
Tony Falcone e Andrée Despierre não se viam desde a infância. Numa noite de setembro, reencontram-se por acaso e tornam-se amantes. Durante onze meses marcam encontros no “Quarto Azul” de um hotel mantido pela irmã de Tony. No último encontro, porém, o marido de Andrée, Nicolas, é visto caminhando em direção ao hotel. Bem naquele dia, ela se declarara, sugerindo que abandonem os casamentos e fiquem juntos. Tony consegue fugir antes de ser flagrado — mas, pouco depois, a morte repentina de Nicolas o deixa em situação complicada.

Paralela

A dieta ideal, de Marcio Atalla e Desire Coelho
A dieta ideal aponta os maiores desafios para perder peso e como vencê-los em 7 passos. Tudo isso sem apelar para soluções “milagrosas” que têm efeitos rápidos mas pouco duradouros. O livro aborda as grandes dúvidas sobre os regimes mais conhecidos e mitos sobre o corpo humano. Baseado em anos de pesquisa, este é o guia definitivo para mudar de vida e deixar as dietas para trás!

Seguinte

Atrás das linhas inimigas – Infinity Ring vol. 6, de Jennifer Nielsen (Tradução de Alexandre Boide)
Sera, Dak e Riq têm a simples missão de corrigir falhas históricas que podem comprometer o futuro da humanidade, e era de esperar que em algum momento tivessem que fazer uma parada num dos eventos mais marcantes de todos os tempos — a Segunda Guerra Mundial. Transportados pelo Anel do Infinito até a Europa de 1943, os três viajantes aterrissam num momento do conflito em que as potências do Eixo e os Aliados estão em pé de igualdade.