manuela barem

13 motivos para ler 58 listas

Por Quezia Cleto

Tão viciada em listas quanto você, eu adorei editar o livro 58 listas que lançamos pela Paralela no fim do mês passado. Se você ainda não leu, aqui estão 13 razões para ler!

 1. O livro é lindo

giphy (1)

Duas cores, com projeto gráfico incrível da Ale Kalko e ilustrações maravilhosas de André Valente.

2. Manu Barem é incrível

Além de ter feito um quiz que prova que eu sou a Beyoncé, e portanto terá meu amor eterno, ela também é uma gênia das listas, como comprova esta matéria.

ilustrada

3. Você pode descobrir como fugir de um taxista que começa a comentar política raivosamente, estragando seu dia

tumblr_mk790viwsm1rmtenjo1_500

Além de útil, também é minha lista preferida.

4. Você poderá ficar rico com as ideias de Manu

celular

Se aproveitar as oportunidades de mercado identificadas aqui nesta lista, por exemplo.

5. Manu é fera no assunto nostalgia!

anigif_optimized-4667-1427220435-1

Consegue desenterrar coisas que você mal se lembrava como quando ouviu Ivete pela primeira vez. E no instante seguinte você já sente saudades e se toca de que já não é mais tão novinho. Mas o melhor de tudo é saber que não foi só você, e aí você pode dividir a lista com amigos e a nostalgia vira só alegria.

 6. 58 listas apresenta pesquisas inovadoras, nunca antes feitas

inarai

Você finalmente poderá falar com autoridade sobre quantas vezes “Inaraí” é repetida na música de mesmo nome.

7. Além de análises que ninguém mais teve coragem de fazer

et

Você provavelmente não lembrava mais de onde vinha a expressão “ET de Varginha” e a importância que isso teve na nossa cultura.

8. O livro é cultura brasileira pura

palavras

Entender melhor a própria língua não tem preço!

9. É sincerão!

sincerao

Quem sabe podemos ser mais sinceros sobre o motivo de não podermos sair, ir ao bar, etc…

10. Já mencionei as ilustrações?

monstro

Esses monstros realmente são assustadores!

11. E o projeto gráfico?

brasil

Tão cheio de detalhes!

12. Também poderá interagir com outros fãs

tumblr_nk69uy5Xly1uosfcgo1_400

 

13. De qualquer forma, 58 listas é essencial na sua vida se você é viciado em listas e provavelmente nem consegue pensar mais de outra forma

58 listas

tumblr_npw48lOXLN1s65va6o1_500

* * * * *

Quezia Cleto é editora do selo Paralela da Companhia das Letras.

Semana duzentos e oitenta e três

Objetiva

Superprevisões, Dan Gardner e Philip E. Tetlock (Tradução de Cássio de Arantes Leite)
Em um estudo que durou vinte anos, o psicólogo e cientista social Philip Tetlock demonstrou que, ao prever o futuro, um especialista é apenas um pouco melhor do que um leigo. No entanto, com base nos resultados de uma pesquisa inovadora, Tetlock provou que alguns indivíduos têm uma extraordinária habilidade de previsão 60% mais precisa que a média. Superprevisões revela os segredos desse grupo de elite e oferece conselhos práticos sobre como podemos usá-los em benefício próprio.

Companhia de Bolso

Um monge endinheirado, a mulher do bandido e outras histórias de um rio indiano, Gita Mehta (Tradução de Hildegard Feist)
Ainda pouco conhecida no Brasil, Gita Metha tornou-se uma autora de renome nos Estados Unidos e na Europa, sobretudo pela extrema sensibilidade com que traduz o mundo exuberante, complexo e milenar da cultura indiana em narrativas cristalinas, repletas de uma sabedoria sempre atual.
Em O monge endinheirado, a mulher do bandido e outras histórias de um rio indiano, um burocrata quer se tornar umvanaprasthi, alguém que se retira do mundo para meditar, assumindo um cargo num albergue do governo às margens do rio Narmada, lugar sagrado que atrai hinduístas, jainistas, muçulmanos e sufistas, aos quais se somam mendigos, sábios, ascetas, loucos, músicos e professores, de todas as partes do país. Com esses personagens, Gita Metha compõe um painel de histórias que se enlaçam umas às outras, numa belíssima sondagem dos ásperos caminhos que o homem precisa percorrer até encontrar seu destino. O monge endinheirado possui uma rara beleza; é uma pequena obra-prima que comove a cada página.

Paralela

58 listas (33 úteis e 25 nem tão úteis assim), Manuela Barem
Quem nunca disse “vou trabalhar assim que checar o Facebook” e, quando viu, já havia passado mais de hora? Se formos nomear os culpados, Manuela Barem e sua equipe do BuzzFeed encabeçariam a lista. Com as famosas listas de nostalgia, cultura pop, dados inesperados (mas essenciais) e testes de personalidade, o site ajuda a gastar o tempo que jurávamos que seria usado para trabalhar, encontrar os amigos, cuidar da vida ou descobrir novos filmes. 58 listas (33 úteis e 25 nem tão úteis assim) tem tudo isso e muito mais!