paulo cesar de souza

Semana trezentos e vinte

Companhia das Letras

Freud (1901-1905) Teoria da sexualidade, “O caso Dora” e outros textos, de Sigmund Freud (tradução de Paulo César de Souza)
Este sexto volume das obras completas de Freud traz textos fundamentais para o entendimento da psicanálise, como “Três ensaios sobre a teoria da sexualidade” que recorre a sexólogos contemporâneos do psicanalista e às observações feitas a partir de seus pacientes para enfatizar a centralidade do sexo na vida humana. Tratando das aberrações sexuais, da sexualidade infantil e adulta, Freud amplia e reformula o conceito de sexualidade. Outro grande texto deste volume é “O caso Dora”, primeiro dos cinco casos clínicos mais importantes de Freud. Interpretando dois sonhos de “Dora”, ele procura desvendar seus sintomas histéricos e sua correlação com a recusa do sexo.

Alfaguara

O marechal de costas, de José Luiz Passos
Operando no limite entre fato e ficção, O marechal de costas traça um retrato sem paralelos da história do país. Por trás de um olhar imóvel e de um silêncio desconcertante, o marechal Floriano definiu o período mais turbulento da nossa República. Mas o marechal de ferro oculta o sonhador casado com a própria irmã e obcecado por Napoleão Bonaparte. Nascido em Alagoas, Floriano é a figura de maior importância política nos primeiros anos da República. Nas páginas deste romance, passado e presente se intercalam de forma espantosa. Acompanhamos não só um Floriano Peixoto humano e o nascimento da República, como os acontecimentos turbulentos do presente, por meio de uma antiga cozinheira que segue, de perto, as manifestações de 2013 e seus desdobramentos políticos. Um livro poderoso sobre a construção de nossa nação.

A vista particular, de Ricardo Lísias
A improvável parceria entre um artista plástico recluso e um traficante dará início a uma das jornadas mais absurdas e cômicas da literatura brasileira. José de Arariboia é um artista relativamente bem-sucedido. Sua série de quadros sobre o Rio de Janeiro fez algum sucesso, e ele está prestes a montar sua primeira exposição individual. Mas tudo muda quando ele é visto subindo a favela do Pavão-Pavãozinho. Ninguém sabe o que acontece por lá. Na volta, uma inesperada performance deixa as pessoas em delírio. O que poderia ter sido uma catástrofe se transforma em sensação. Filmado pelos pedestres, o acontecimento se torna um fenômeno na internet, e Arariboia arma uma parceria com Biribó, o traficante do morro, que está disposto a ajudar o artista em uma nova e ousada ideia. Mescla de sátira feroz e crítica social, A vista particular é um livro que leva ao limite — e nos faz questionar — os absurdos do cotidiano.

Objetiva

Rio em shamas, de Anderson França (Dinho)
Com mais de 40 mil inscritos em sua página do Facebook, Anderson França destila humor em suas crônicas sobre o subúrbio do Rio de Janeiro. É o Rio de Janeiro, mas poderia ser a periferia de São Paulo, ou a região metropolitana do Recife, até mesmo o subúrbio de uma cidade de médio porte. Com textos repletos de humor e ironia, Rio em shamas traz um olhar diferente sobre a cidade, seus moradores e a relação entre diversas camadas sociais. Com linguagem e estilo singulares, Anderson França é capaz de fazer o leitor gargalhar, pensar e se emocionar com seus textos cheios de força. A crônica, o mais brasileiro dos gêneros literários, sempre conversou com o cotidiano e a irreverência. Neste livro, Dinho traz o gênero para a era da internet: tão compartilhável quanto um post do Facebook, engraçado como uma piada de Whatsapp e tão ágil quanto um tweet.

Seguinte

Chapeuzinho esfarrapado e outros contos feministas do folclore mundial, organizado por Ethel Johnston Phelps e ilustrações de Bárbara Malagoli
Quem disse que as mulheres nos contos de fadas são sempre donzelas indefesas, esperando para ser salvas pelo príncipe encantado? Esta coletânea reúne narrativas folclóricas do mundo inteiro — do Peru à África do Sul, da Escócia ao Japão — em que as mulheres são as heroínas das histórias e vencem os desafios com esforço, coragem e muita inteligência. O livro é para todo mundo que não se identifica com as princesas típicas dos contos de fadas. É para garotas e garotos, para que todos possam aprender que as maiores virtudes de um herói não são exclusivas a um só gênero. Enriquecida com textos de apoio e ilustrações modernas, esta edição é uma fonte inestimável de heroínas multiculturais – e indispensável para qualquer estante.

Fontanar

João de Deus, um médium no coração do Brasil, de Maria Helena P.T. Machado
Nos últimos anos João de Deus foi catapultado ao papel de celebridade. Homem carente de educação formal, oriundo do interior de Goiás, seu nome é conhecido hoje por pessoas dos mais diversos países, que o consideram o maior curador vivo da atualidade. Calcula-se que o médium brasileiro atenda, por meio da sua “corrente da cura” e de cirurgias espirituais, pelo menos 1500 pessoas por dia na Casa Dom Inácio de Loyola, localizada na pequena cidade de Abadiânia. Personalidades internacionais como Oprah Winfrey, Shirley McLaine, Marina Abramovic e Wayne Dwyer – campeão mundial de vendas de livros de autoajuda – visitaram o médium e se mostraram publicamente impressionados por seu trabalho. Políticos brasileiros do alto escalão frequentam a Casa. Não faltam testemunhas para falar das curas mais extraordinárias realizadas por João de Deus. Única pessoa até hoje a receber o consentimento de João de Deus para escrever um livro, Maria Helena P. T. Machado parte de seu encontro pessoal com ele para procurar entender tamanho fenômeno. Por meio de entrevistas com os voluntários da Casa, pessoas próximas ao médium e uma pesquisa extensa e profunda sobre a diversidade religiosa no Brasil, ela apresenta um material exclusivo e impressionante sobre o líder espiritual que fascina pessoas de todas as partes do planeta.

Reimpressões

Fabián e o caos, de Pedro Juan Gutiérrez
Diário de um ano ruim, de J. M. Coetzee
Like a rolling stone, de Greil Marcus
O ano da morte de Ricardo Reis, de José Saramago
Poemas escolhidos, de Elizabeth Bishop
Viva a língua brasileira!, de Sérgio Rodrigues
Cadê o meu penico?, de Mij Kelly
Histórias de antigamente, de Patricia Auerbach
O menino que chovia, de Cláudio Thebas
Cozinha confidencial, de Anthony Bourdain
O valor do amanhã, de Eduardo Giannetti
After 1, de Anna Todd
O acordo, de Elle Kennedy
O erro, de Elle Kennedy
Grandes esperanças, de Charles Dickens
O mal-estar na civilização, de Sigmund Freud
Maus, de Art Spiegelman
Aristóteles e Dante descobrem os segredos do Universo, de Benjamin Alire Sáenz
Felizes para sempre, de Kiera Cass
Laços de sangue, de Richelle Mead